O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, pediu vista da ação sobre a concessão de prisão domiciliar ao ex-ministro baiano Geddel Vieira Lima. A pauta deve voltar a ser discutida pela 2ª Turma da Corte no retorno das atividades.

Geddel está em sua casa, em Salvador, desde o último dia 15. Ele foi transferido do presídio durante o Plantão Judiciário após o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, lhe conceder a prisão domiciliar por considerar “risco real de morte reconhecido” em decorrência da pandemia do novo coronavírus (saiba mais aqui).

Antes disso, o relator do processo, ministro Edson Fachin, havia negado o pedido feito pela defesa do baiano. Geddel cumpre prisão preventiva no âmbito do processo do bunker com R$ 51 milhões em espécie, encontrado em Salvador.

Fonte: BahiaNoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Digite seu nome aqui