Após a partida contra o Vitória no último domingo (1), o vice-presidente do Bahia, Vitor Ferraz, criticou o juiz Bruno Pereira Vasconcelos e o auxiliar Alessandro Rocha Matos. Um dos motivos foi o pênalti não marcado no atacante Gustavo, logo no início da partida.

“Queria reforçar o nosso aborrecimento com o nível da arbitragem. Um clássico dessa envergadura não pode ser apitado por alguém que não reúne condições técnicas. O pênalti foi grosseiro e assusta como um bandeirinha Fifa como Alessandro Matos não tenha dado”, disse Vitor Ferraz a Rádio Socidedade.

O mandatário falou que já relatou sua insatisfação com o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF) sobre o arbitro e um dos bandeiras.

“Já relatei a insatisfação ao presidente da Federação Bahiana de Futebol e vamos fazer uma representação oficial. É bom fazer isso quando a gente ganha, porque a arbitragem está deixando a desejar”, finalizou.

Vitor Ferraz também postou em suas redes socias o seu descontentamento e volta a afirmar. “A arbitragem do Ba-Vi foi desastrosa”, falou o vice-presidente do Tricolor.

Fonte: VarelaNoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Digite seu nome aqui