Nessa quarta feira (12), aconteceu a inauguração da Escola Estadual do Campo Anderson França, localizada no Assentamento Agroecológico Jaci Rocha, município de Prado, no Extremo Sul da Bahia. A construção da escola é uma conquista da classe trabalhadora, junto ao governo do estado. A atividade contou com a presença do governador Rui Costa, do secretário estadual de Educação Jeronimo Rodrigues e outras autoridades da região.

Em um momento em que as escolas e a educação no brasil sofrem ataques, o MST reforça o papel dos movimentos populares na batalha de exigir a construção e manutenção das escolas do campo. Dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) revela que foram fechadas 80 mil escolas do campo no brasil entre 1997 a 2018. A Bahia nesse período foi o estado com o maior número de escolas fechadas, sendo 12.815.

A escola que já funcionava a cinco anos, nasceu junto com o acampamento e foi construída pelos próprios trabalhadores e trabalhadoras. Mas as estruturas já não atendiam as demandas de alunos dos assentamentos e comunidades vizinhas da região.

Para Evanildo Costa da direção nacional do MST “a construção desse novo prédio é uma conquista dos Sem Terra, dos indígenas, quilombolas e pequenos agricultores que são os que mais sofrem com as políticas do atual governo federal” ressalta que “o povo deve se alegrar e comemorar a construção dessa escola do campo, onde nesse momento no país as pessoas não sentem mais motivo para comemorar.”

O nome da escola é uma homenagem ao jovem militante Anderson França, que viveu desde o começo do acampamento Jaci Rocha. O jovem militante contribuiu no coletivo de saúde do MST, gostava da medicina popular, produzindo produtos e pomadas naturais e é lembrando também pelo cuidado e respeito com as pessoas. Atou junto na construção de um horto no acampamento para o cultivo de plantas medicinais. Um jovem ativo nas atividades e que teve sua vida interrompida por um fatal acidente de moto em Itamaraju.

Por Voz e Movimento

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Digite seu nome aqui