À frente da fotografia de filmes como “Dois Papas” e “Cidade de Deus”, o cineasta uruguaio radicado no Brasil, César Charlone, assina, ao lado de Tatiana Villela, a direção de uma série na Netflix sobre o médium João de Deus. A informação é da coluna de Mônica Bergamo.

Em fase de produção, a série vai contar a história do médium condenado a 40 anos de prisão por ter estuprado cinco mulheres. “É uma série sobre João de Deus e tudo o que seu nome significa, a luz e a sombra”, diz o cineasta. Ainda segundo a publicação, a equipe da série já visitou a cidade de Abadiânia (GO), onde João de Deus atuava, e entrevistou algumas das vítimas do médium.

Fonte: BahiaNoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Digite seu nome aqui