Com a nomeação para o cargo de secretária especial da Cultura em vias de ser oficializada pelo presidente Jair Bolsonaro (clique aqui), Regina Duarte entrou em um embate com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio por causa do filme “Bruna Surfistinha”.

Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, Regina rebateu o ministro à qual a Cultura está subordinada, durante uma reunião em Brasília, na semana passada, após ele afirmar que o longa-metragem é um exemplo de projeto que o governo não deve apoiar.

De acordo com a publicação, Regina Duarte rebateu o ministro afirmando que a obra – que já foi duramente criticada por Bolsonaro (clique aqui e relembre) – tem classificação indicativa e que a prostituição é a profissão mais antiga do mundo. Ela destacou ainda que é artista e que o governo não deveria esquecer disso.

Vale lembrar que uma das personagens mais emblemáticas da carreira da atriz foi a viúva Porcina, uma ex-prostituta, na novela “Roque Santeiro”, em 1985.

Fonte: BahiaNoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Digite seu nome aqui