O general Hamilton Mourão (PRTB), candidato a vice-presidente na chapa liderada por Jair Bolsonaro (PSL), deve conversar na próxima segunda-feira (27) com o candidato a presidente sobre a possiblidade de o substituir em debates.

Em entrevista à jornalista Andréia Sadi, ele afirmou que vai visitar Bolsonaro no hospital onde ele está internado em São Paulo. “É uma linha de ação reserva. Comandante sem plano reserva não é comandante. Ou, nos termos civis, é uma carta na manga, uma forma de manter a campanha na televisão, se Bolsonaro quiser e o TSE autorizar”, declarou Mourão.

Segundo o general, a cirurgia pela qual Bolsonaro passou “aumenta o prazo” para o candidato do PSL retornar à campanha eleitoral. No entanto, a substituição nos debates depende de autorização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte : BahiaNoticias

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here