O Tribunal de Justiça do Paraná determinou na segunda (28) uma multa de R$ 5,5 milhões para a CUT e para o PT (cada um). O juiz Jailton Tontini entendeu que as entidades descumpriram liminar que determinava a desocupação do entorno da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está preso.

No dia 19 de maio, um oficial de Justiça foi ao local e constatou que manifestantes ainda ocupavam a região. O juiz determinou, então, uma multa diária de R$ 500 mil, a partir da visita do oficial.

O juiz também solicitou o auxílio de força policial para cumprir a liminar, oficiando a governadora Cida Borghetti, o secretário de Segurança Pública Julio Reis e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Audilene Dias Rocha. Os movimentos que integram a vigília Lula Livre marcaram uma entrevista à imprensa, às 14h30 desta terça, para informar como se posicionarão frente à decisão judicial.

Fonte : BocaoNews

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here