Em tempos de correria, profissional multitarefa e relações virtuais, a comunicação oral, “olho no olho”, parece ficar em segundo plano. Mas especialistas em recursos humanos garantem que a habilidade de dialogar e apresentar ideias oralmente é uma das competências mais valorizadas nas empresas. A origem da dificuldade das pessoas com a comunicação oral começa cedo. Nas escolas, atividades de leitura e escrita superam as apresentações orais de trabalhos, por exemplo. O reflexo disso: profissionais que desconhecem técnicas e formas de estabelecer uma boa comunicação.

Como falar bem em público é o tema do curso da Fala Bela Media Training & Comunicação, que será realizado nos próximos dias 19 e 26 de maio, em Salvador. Com 16 horas de duração, o curso é dividido em três módulos que preparam o participante para dar o passo inicial para dominar apresentações. O curso tem foco na prática.

“Apesar das influências da cultura latino americana fazer de nós um povo comunicativo, falar para uma plateia não é uma situação que nos deixa confortáveis”, explica Celso Duran, jornalista e especialista em oratória, pelo London College of Public Speaking.

“Faz parte da boa prática do falar em público a precisão e a objetividade. Além das pessoas não terem tanto tempo disponível, o nível de concentração diminuiu, por causa do uso das mídias sociais”, explica Emerson Nunes, jornalista e especialista em Marketing e Branding.

Leo Rodrigues, jornalista e especialista em Linguagem Não-verbal pelo The Body Language de Lisboa explica: “carisma, por exemplo, é algo que as pessoas imaginam que já nasce com a gente. Engano. Cada pessoa tem um tipo de carisma que pode ser identificado e usado para a eficácia da comunicação”, explica.

Fonte : BocaoNews

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here