Covid-19: com seis infectados, Fla encara Barcelona-EQU nesta terça

A lista de desfalques do Flamengo será grande para enfrentar o Barcelona de Guayaquil, do Equador, amanhã (22), às 19h15 (horário de Brasília) pela Copa Libertadores da América. O clube anunciou na noite deste domingo (20), por meio do Twitter, que seis jogadores testaram positivo para o novo coronavírus (covid-19), entretanto os nomes dos atletas não foram divulgados. Desta forma, o sexteto terá de cumprir isolamento social preventivo por 14 dias. Embora o comunicado do clube afirmasse que todos os infectados estavam assintomáticos, o meio-campista Diego Ribas publicou um vídeo no Youtube em que revela sentir dores na garganta. Outro desafio do técnico Domenèc Torrent para montar o time rubro-negro amanhã (22) será substiutuir outros cinco desfalques motivos diferentes. Os atacantes Gabriel Barbosa e Pedro Rocha, além do lateral-direito João Lucas estão se recuperando de lesão na coxa. Já o goleiro Diego Alves segue em tratamento de lesão no ombro. E, por fim, engrossando a relação de ausentes, o zagueiro Gustavo Henrique recebeu cartão vermelho na goleada por 5 a 0 contra o Independiente Del Valle e terá de cumprir suspensão. No grupo 1 da Copa Libertadores, o vice-líder Flamengo, com seis pontos conquistados, vai encarar o lanterna Barcelona de Guayaquil, que ainda não pontuou, na casa do adversário, na cidade de Guayaquil. Os rubro-negros vão entrar pressionados pelas duas derrotas sofridas no dois últimos jogos. Pelo Campeonato Brasileiro o carioca perdeu fora de casa para o Ceará por 2 a 0. Pela Libertadores, na última quinta(17), os rubro-negros sofreram a impactante goleada por 5 a 0 contra o Del Valle, no estádio Casa Blanca, em Quito, no Equador. Fonte: VarelaNoticias

Salvador: Defensoria marca nova audiência para discutir degradação da Lagoa do Abaeté

A Ouvidoria da Defensoria Pública da Bahia (DP-BA) promove na próxima sexta-feira (25), das 9h às 13h, a audiência pública sobre a degradação do ecossistema da Área de Proteção Ambiental (APA) Lagoas e Dunas do Abaeté, em Salvador. Esta é a segunda vez que a Ouvidoria convoca para a realização da audiência pública, pois, na primeira vez, no início deste mês de setembro, a transmissão foi interrompida após sofrer um ataque virtual (veja aqui). O encontro será realizado de forma virtual e transmitido através da plataforma Google Meet. Para participar, o interessado deve se inscrever até às 13h do dia 23, pelo Whatsapp no número (71) 98865-7100. O link da transmissão será informado no ato da inscrição. De acordo com a ouvidora-geral da Defensoria, Sirlene Assis, a audiência foi motivada após o recebimento de diversas denúncias e reclamações de pesquisadores e técnicos-ambientais, moradores e da comunidade religiosa da região sobre os impactos resultantes do início das obras de construção de uma Estação Elevatória de Esgoto (EEE) na área que, além de ser de proteção ambiental, também é conhecida pela cultura e religiosidade. “Segundo as denúncias, a obra tem o pretexto de solucionar problemas de saneamento da região, mas traz impactos e danos como o extravasamento de esgoto, destruição de vegetação nativa, degradação da fauna e desrespeito às comunidades tradicionais. Especialistas no assunto apontam que a situação poderia ser evitada, caso o projeto fosse submetido, previamente, a uma ampla discussão pública. Por isso, vamos realizar esta audiência para debater a questão com a finalidade de paralisação imediata das obras e apresentação de soluções alternativas sustentáveis”, explicou. Fonte: BahiaNoticias

Damares enviou equipe ao ES para tentar impedir aborto de menina de 10 anos, diz jornal

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, agiu nos bastidores para impedir o aborto da menina de 10 anos que foi estuprada pelo tio e engravidou no Espirito Santo. Damares nega. De acordo com reportagem publicada pela Folha de São Paulo, a integrante do governo Bolsonaro enviou representantes da Pasta e aliados políticos para o estado, para tentar impedir a interrupção da gravidez. Eles teriam pressionado os responsáveis pelos procedimentos, em reuniões, e até oferecido benfeitorias ao conselho tutelar local. Fotos obtidas pelo jornal paulista mostram que a própria Damares participou de umas reuniões por meio de videochamada. A ministra ainda teria feito com que representantes dela vazassem o nome da criança à ativista Sara Giromini, que compartilhou a informação nas redes sociais. Isso viola o Estatuto da Criança e do Adolescente. O ministério manteve contato virtual desde o dia 9 de agosto com os conselheiros tutelares Susi Dante Lucindo e Romilson Candeias. A intenção era conseguir mais informações sobre o caso e influenciá-los. “Minha equipe está entrando em contato com as autoridades de São Mateus para ajudar a criança, sua família e para acompanhar o processo criminal até o fim”, escreveu Damares no Twitter, no dia 10 daquele mês. Em uma missão do ministério na cidade, estiveram Alinne Duarte de Andrade Santana, coordenadora geral de proteção à criança e ao adolescente da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Wendel Benevides Matos, coordenador geral da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, dois assessores e, mais tarde, o deputado estaduall Lorenzo Pazolini. Pazolini, que se tornaria candidato à Prefeitura de Vitória, protagonizou uma invasão a um hospital de Serra (ES) em junho. A ideia dele era provar que leitos de UTI estavam vazios, após incentivo do presidente Jair Bolsonaro. A representante de Damares, Alinne, ofereceu, durante as reuniões com os conselheiros tutelares, o chamado “kit Renegade”. O “presente” contém um Jeep Renegade, que custa em torno de R$ 70 mil, além de equipamentos de infraestrutura (ar condicionado, computadores, refrigeradores, smart TVs e outros). De 2019 até agosto de 2020, a pasta da Família e Direitos Humanos afirma que entregou kits parecidos para 672 conselhos tutelares por todo o Brasil. Dentre eles, 16 foram no Espírito Santo. Os bens são adquiridos com emendas parlamentares. Em meio às tratativas, o Hospital São Francisco de Assis (HSFA), da cidade de Jacareí (SP), enviou quatro representantes para propor assumir os cuidados médicos da menina. Eles foram recepcionados por Alinne, e pretendiam realizar o pré-natal da vítima de estupro até que ela ficasse pronta para o parto. Entre os parceiros do hospital, estão a Igreja Quadrangular, que teve como expoente no Brasil o pai de Damares, Henrique Alves Sobrinho. A própria ministra já foi pastora do local. Após a proposta não ser aceita, os comandados de Damares teriam partido para uma estratégia de intimidação. Um morador de São Mateus, denominado Pedro Teodoro, foi à casa da família da vítima dizendo que estava ali para orar. No entanto, ao adentrar o recinto, agrediu a avó e responsável pela criança verbalmente. O Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (Hucam) já tinha se recusado a realizar o aborto, e o procedimento foi transferido para o Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), no Recife (PE). Recentemente, Pedro se lançou candidato a vereador em São Mateus pelo PSL. Pessoas tentaram atrasar a alta médica da menina no Hucam, e isso impediria que ela viajaria para Recife. Depois, veio o vazamento dos dados dela e ocorreram diversas manifestações contra o aborto, inclusive de uma pessoa que teria entrado no Cisam no posta malas de um carro. No Rio de Janeiro, o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) protocolou um pedido para que Damares explique a atuação de sua equipe no Congresso “A Damares não é diversionista, como por muito tempo muita gente leu. Ela é estratégica, é a argamassa desse campo fiel a Bolsonaro que é movido pelo ódio, pelo medo e que vai ao Brasil Mais profundo”, afirmou Freixo, à Folha de São Paulo. O Ministério da Família e dos Direitos Humanos se posicionou sobre o assunto, dizendo que a equipe foi a São Matues pra “acompanhar a atuação da rede de proteção à criança vítima e oferecer suporte do MMFDH e da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA), no sentido de fortalecimento da rede de apoio às crianças vítimas de violência”. “O objetivo era avaliar eventuais dificuldades na pretação do serviço, identificando necessidades”, disse ainda a pasta, sobre o encontro na sede da prefeitura da cidade. Outro assunto comentado foi o “kit Renegade”. Segundo o ministério, conselheiros tutelares relataram a necessidade de melhoria nos equipamentos básicos, como a possibilidade de mais um veículo para diligências. Enquanto isso, o Hospital São Francisco de Assis de Jacarei afirmou que não enviou médicas para a cidade onde a menina estava internada. “O Hospital ofereceu ao juiz da comarca que acompanhou o caso sua estrutura física e técnica, pelo fato de ser um hospital preparado para gestação de alto risco, caso a decisão fosse levar adiante, sendo tal oferta condicionada à autorização de representante legal e/ou da Justiça”, explicou, por meio de nota. Damares comentou ainda o assunto em entrevista ao programa Conversa com Bial, da TV Globo, que foi ao ar na última quinta-feira (21). A ministra disse discordar do processo de aborto, e considera que o correto seria aguardar mais duas semanas para antecipar o parto. “Eu acredito que o que estava no ventre daquela menina era uma criança com quase seis meses de idade e que poderia ter sobrevivido”, afirmou ela. Sobre o vazamento de informações da criança de 10 anos, Damares declarou que “põe a mão no fogo” por seus assessores, e que não foram eles que fizeram isso. O Ministério Público do Espírito Santo está investigando os dois. Fote: BahiaNoticias

Bliz Lei Seca volta às ruas de Salvador

O superintendente de Trânsito de Salvador, Fabrizzio Müller, informou nesta segunda-feira (14), durante entrevista ao jornalista José Eduardo, na rádio Metrópole, que a bliz Lei Seca já está de volta às ruas de Salvador. A cidade, que já está na terceira fase de reabertura das atividades econômicas, apresenta, segundo ele, um fluxo de carros similar a de um periodo normal, anterior a pandemia do novo coronavírus. “É uma das principais ferramentas no combate aos acidentes de trânsito, sobretudo aqueles mais graves que acontecem na madrugada por conta do efeito do ácool. Temos dialogado muito com outras capitais, como São Paulo e Forteleza. Fechamos juntos um protocolo que tem como objetivo dar segurança não apenas ao agente público, mas ao usuário que está sendo abordado, para não contrair o vírus”, disse. Ainda segundo o superintendente, a sinalização para os pedestres na região do Iguatemi está sendo reforçada. A área passa por intervenções que fazem parte da obras de implantação do BRT. Algumas mudanças no trânsito ainda causam confusão em que transita pelo trecho. “Ali é uma área que passa por intervenções muito complexas, a gente já consegue perceber como vai ficar os retornos que foram liberados por baixo dos elevados, mas ainda falta algumas coisas que dão sinalização das obras. É importante que as pessoas estejam muito atentas as sinalizações. Com relação aos pedestres, a gente pediu para que fosse melhorado a sinalização porque as travessias acabaram mudando de local provisoriamente. Esse final de semana foi reforçado. É preciso que as pessoas entedam que é um local que passa por obras. Hoje tivemos logo cedo um problema de entupimento por conta de uma drenagem da obra, mas muito em breve teremos mudanças completas na região”, disse. Müller também afirmou que foi liberado duas faixas nas imediações do Parque da Cidade. O local passa por obras na altura da entrada do bairro de Santa Cruz que deixam o trânsito lento nas proximidades do Hospital Aliança. “Aquele trecho foi reduzido a um faixa, mas hoje foi liberado para duas. Acreditamos que até o final de semana esse trecho está liberado e dando fluidez. A chuva não tem nos dado trégua e isso atrasa as obras”, completou. Fonte:BocaoNEws

Ex-assessor de Carlos Bolsonaro, Querido é exonerado da Funarte após rusgas com Frias

Luciano Querido, ex-assessor de Carlos Bolsonaro que desde abril ocupava o cargo de Diretor do Centro de Programas Integrados da Fundação Nacional das Artes (Funarte), com salário de mais de R$ 10 mil, deixou a função. Assinada pelo Ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto, a exoneração foi publicada no Diário Oficial da União, na última sexta-feira (11). Segundo informações da coluna assinada por Lauro Jardim, no jornal O Globo, a saída de Querido se deu após desentendimentos com o secretário Especial de Cultura, Mario Frias, por causa de nomeações da pasta. Exoneração foi publicada no Diário Oficial da União Ainda de acordo com a publicação, o ex-assessor de Carlos, que é webdesigner e bacharel em direito, deve ser aproveitado para algum outro cargo no Executivo. Aliados do governo temem que Querido tenha guardado arquivos e documentos que possam comprometer a família Bolsonaro, já que ele trabalhou com o filho do presidente por 15 anos, de 2002 até 2017. Para ocupar a direção do Centro de Programas Integrados da Funarte, em substituição a Luciano Querido, foi nomeado o coronel da reserva do Exército, Lamartine Holanda, que segundo Lauro Jardim, se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro nos últimos dias. Fonte: BahiaNoticias

Isidório cita semelhanças com Bolsonaro e acredita em Rui empenhado na campanha

O deputado federal Sargento Isidório (Avante) declarou nesta segunda-feira (14) que acredita que o governador Rui Costa deve entrar de corpo e alma em sua campanha à prefeitura de Salvador. O parlamentar foi o primeiro entrevistado em uma série de entrevistas com pré-candidatos à prefeitura da capital, na programação especial que comemora um ano do programa Isso é Bahia, de A Tarde FM e Bahia Notícias. Além de Rui Costa, Isidorio também citou que não abriria mão do apoio do presidente Jair Bolsonaro para administrar uma “cidade sofrida como Salvador”. “Não posso brigar com um bom governador [Rui Costa] e nem com um presidente [Jair Bolsonaro] que tem defeitos, mas também tem acertos para a sociedade. Até porque na política tem demônios tanto de um lado quanto do outro. Direita tem demônios, centro tem demônios, esquerda tem demônios”, disse. O candidato, que conta com o apoio do PSD de Otto Alencar, ainda elencou que tem semelhanças com Bolsonaro. “Eu e o presidente temos em comum a pauta da família que eu não abro mão de jeito nenhum do respeito e do fortalecimento das famílias. Claro que sem discriminação ou preconceito”, apontou. Fonte: BahiaNoticias

Jacuipense encara o Ferroviário de olho no G-4 da Série C

Depois de vencer o Paysandu por 2 a 1, em Belém, o Jacuipense entra em campo nesta segunda-feira (14), às 20h, para encarar o Ferroviário, em jogo programado para o estádio de Pituaçu. Com os resultados do final de semana, o Jaucipense ocupa a sexta colocação, com sete pontos, e uma vitória coloca o time do interior da Bahia entra no G-4 do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro da Série C. Já o Ferroviário é o segundo colocado com 10 pontos e perdeu a liderança pois o Santa Cruz venceu o Remo e assumiu a primeira colocação com 13 pontos. Fonte: VarelaNoticias